Filhotes de cães e gatos - Canil e Gatil

Notícias

Maine Coon Gatos Gigantes Filhotes Venda Comprar AmicatsCoon Petclube USA Brasil

Vendo Filhotes Gatos Raça Maine Coon Comprar Gato Gigante

Vendo Maine Coon Onde Comprar Gatos da Raça Maine Coon-gato gigante
 
maine1Moderno e Premiado Gatil Amicat de Juquitiba SP paraíso ecológico apenas 45 minutos do Morumbie granja Viana, faça lindo passeio e conheça a criação ecologicamente correta dos gatos gigantes maine coon, ragdoll, e do raríssimo bengal original amicats "mini onçinha"
 
Gatil Premiado 
AMICAT® Gatos-Gigantes Mainecoon,Bengal,Ragdoll,Exotic Persian & Mini Gato Toycat -(novidade)
Criação Gatos com Certificação IPC Ecologicamente Correta
F:(11)98485-4545 whatsapp hc F(11) 96393-1128 Dr Gabriel 
Contato: petclube.info@gmail.com  / amichettibully@gmail.com

Comprar Filhotes encontrados em feiras são considerados "filhotes tão somente para estimação e alguns de origem duvidosa". Em feiras os preços aparentemente atrativos podem esconder algum inconveniente de ordem inferior (saúde debilitada, excesso de cruzamento consangüíneo, mestiçagem)o preço cobrado por um criador sério sempre será superior por vir de reprodutores com linhagem e seletividade respeitável. 
femered 1Quando você compra um filhote em feiras ou exposições não pode avaliar as condições que o gatinho estava, ou conhecer os pais verdadeiros e ou outros adultos da raça.
Quase tão deficitários são os criadores amadores. Estes podem ser pessoas que realmente amam seus animais, mas começaram com gatos da raça maine coon com saúde debilitada, (pets)de qualidade muito baixa ao padrão da raça(talvez comprado de uma loja de animais)
As pessoas acabam pagando por um gato com o património gênico questionável, que podem ou não podem se assemelhar a um Maine Coon de raça pura, sem nenhum conhecimento de problemas de saúde que podem estar à espreita 

O Maine Coon é um gato nativo da América do Norte, mais especificamente na costa leste do Canadá, e se espalhou por toda a região. Seu nome é uma referência ao estado do Maine, nos Estados Unidos, pois lá que foi reconhecida como raça antes de estar presente por todo o país.É também conhecido como American Longhair, devido ao comprimento de seu pelo, e é a mais antiga raça de gato de pelo longo nativo da América do Norte, além de ser amaior de todas as raças de gato em comprimento.

Esse gatão é docil e extremamente amável, por isso recebeu o apelido de “gigante gentil”, e é tão querido que tem até um dia no calendário em sua homenagem, dia 8 de mao.

Principais características do Maine Coon

  • Coloração: todas as cores, com exceção de chocolate, lavanda, pontilhado e o padrão siamês.
  • Expectativa de vida: de 12 a 15 anos.
  • Olhos: grandes e expressivos. A cor dos olhos variam de verde ou dourada.
  • Nível de energia: médio.
  • Pelagem: bem longa, macia e densa, resistente a agua.
  • Qualidades principais: é gentil, carinhoso, ótimo com crianças e outros pets.
  • Tamanho/Peso: os machos pesam de 6 a 11 kg e as fêmeas pesam de 4.5 a 6,8 kg. A altura de adultos varia entre 25 e 41 cm e pode atingir um comprimento de até 100 cm.
  • Preço: de $ 2.500,00 a $ 6.000,00.

Conheça mais sobre esse gato gigante e gentil

1) É a maior raça de gatos domésticos

Maine Coon parece com um tigrinho ou um leãozinho 

Maine Coons são uma das maiores raças de gato doméstico. Os machos pesam 6,8 a 11 kg e as  com fêmeas pesam entre 4,5-6,8 kg, sua  altura também impressiona,  os adultos chegam a medir de 25 a 41 cm e podendo facilmente  atingir um comprimento de 120 cm, incluindo sua linda cauda bem peluda, que pode ainda chegar a 36 cm.

Apesar de serem bem grandes, os Maine Coons não precisam de muito espaço para se exercitar, são ótimos para apartamento.
Sua cauda, além de bem comprida, afina conforme vai chegando à ponta, e é muito peluda, parecendo a cauda de um guaxinim, e daí vem a segunda parte de seu nome: "Coon" faz referência ao Guaxinim.

O corpo é sólido e musculoso, o que é necessário para suportar seu próprio peso, e o peito é  bem amplo. O Maine Coon tem o corpo retangular e demora bastante para atingir a maturidade, só chega a atingir seu tamanho adulto aos cinco anos de idade, enquanto outros gatos o atingem até seu primeiro ano de vida. 

A pelagem é macia e sedosa, embora a textura possa variar de acordo com a cor da pelagem. Tem um denso subpelo, o que garante a maciez ao toque, mas a densidade de sua pelagem varia de acordo com as estações do ano.

Assim como seu corpo, suas garras também são maiores do que a dos outros gatos, e isso pode levá-lo a querer arranhar tudo o que vê pela frente para poder torná-las mais curtas.

2) Maine Coon se adaptou bem ao clima do Brasil

Maine Coon se acostuma muito bem a todos os tipos de clima

THINKSTOCK

Maine Coons têm várias adaptações físicas para a sobrevivência em climas de inverno rigoroso, típico de Maine. Sua pelagem resistente à água,  é bastante densa e se torna ainda mais longa e peluda, principalmente na parte posterior  e inferior de seu para uma proteção extra quando estão andando ou sentados em superfícies úmidas, com neve ou gelo.

A sua longa e espessa cauda de guaxinim é resistente ao afundamento em neve, e pode, inclusive, ser enrolada em torno de seu rosto e ombros para gerar calor e se proteger do frio, ou seja, essa raça usa sua própria cauda como um cachecol!

Sua cauda, além de servir como uma bela pashimina para rosto e pescoço, pode também servir de assento acolchoado: o Maine Coon transforma sua cauda em uma almofada peluda, enrolando-a em torno de sua parte traseira, para isolar seu corpo quando vai sentar em uma superfície gelada.

Suas grandes patas funcionam como raquetes  ao andar na neve, além de serem revestidas com verdadeiros tufos de pêlos longos que crescem entre os dedos das patas para ajudar a mantê-los quentes.

Mas, apesar de ter se adaptado para o frio, quando está em climas tropicais, como aqui, no Brasil, sua pelagem inteligente faz com que o subpelo se torne muito menos denso e que os pelos entre os dedos se tornem bem mais finos, dessa forma ele consegue conviver bem com o calorão do nosso país. Há quem acredite que esse tipo de felino ficaria desconfortável em climas tropicais, mas isso não acontece, além de ter pelagem inteligente, o Maine Coon adora um clima ameno, mais para o quente, e aproveita para tirar longas sonecas sem ter que se preocupar em proteger-se contra o frio! O estado do Maine também tem verão, e os termometros de lá podem atingir temperaturas tão altas quanto as daqui. O Maine Coon se adaptou para sobreviver no inverno rigoroso, mas certamente está acostumado e adora um calorzinho! 

A vantagem de ter um gatão desse, tão preparado para mudanças climáticas, é que ele não precisa ficar restrito aos ambientes fechados como algumas raças de gatos mais delicados, e pode tranquilamente circular pelo jardim, mesmo nos dias mais frios! Aqui vale lembrar que, apesar de não ter uma personalidade fujona, o Maine Coon ainda é um gato, e como tal, será curioso, então vale se certificar de que, mesmo no jardim, ou varanda, ele não tem por onde escapar. E esse gatão certamente não se sentirá desconfortavel em usar uma coleira com GPS, sim, você fica tranquilo de deixá-lo solto pelas áreas externas da casa, sem medo de perdê-lo!

3) Um gatinho de 10 quilos...

O Maine Coon não tem noção do seu tamanho

Se distraídos que o vêem pela primeira vez se assustam pois o confundem com um Lince , é simplesmente porque ainda não tiveram a chance de conhecer sua personalidade.

O Maine Coon é extremamente dócil, meigo, companheiro, é bastante ativo e adora brincar, apesar de não precisar de muito espaço para exercícios.

É muito amigável, dando-se bem com outros gatos e outros animais de estimação, como cachorros e até animais bem menores, como o furão e até mesmo aves.

Certamente fará festa para qualquer estranho que chegue perto, vai buscar carinho e ronronar sem parar. É um gato de fácil adaptação, é carente de cuidados e atenção, necessitando sempre companhia, então, se você está pensando em comprar um gato, pensando que todos eles são mais independentes e não precisam de tanta atenção, não opte pelo Maine Coon, já que ele não só quer companhia como precisa de contato com humanos para ser feliz.

Seu miado é um dos mais curiosos, pode ser inistente para pedir carinho e o som é semelhante a um grilo, ou seja, nada de rugidos ferozes para esse gigante, para ele só há espaço para um miado delicado em busca de amor.

É ótimo com crianças porque, além de ter bastante energia para brincar, é paciente e cuidadoso; realmente um gigante gentil. Donos de Maine Coons garantem que o gatinho é uma verdadeira "sombra": é tão apaixonado pelas pessoas que as segue a todos por todos os cômodos.

4) Maine Coon exige poucos cuidados

Maine Coon requer menos cuidados com a aparência e higiene entre os gatos de pelos longos

A primeira coisa que vem à mente quando se trata dos cuidados que Maine Coon exige é a sua incrível pelagem. A maioria das pessoas pode olhar para aqueles lindos pelos longos e se sentir desistimulada a comprar esse gato por acreditar que ele vai dar mais trabalho que qualquer outro, mas isso não é verdade, o Maine Coon, de todas as raças de pelo longo, como o Persa,  é a de mais fácil manutenção. Ainda assim, é um gato de pelo longo e certamente vai exigir mais cuidados que um gato de pelo curto, como o Exótico ou o Bengal.

É bom escová-lo pelo menos 2 vezes por semana para que o pelo não embarace e para que os fios soltos não sejam engolidos enquanto ele realiza sua própria higienização. Escová-lo, além de deixá-lo lindo, ajuda a diminuir ou até eliminar as bolas de pelo.

Para escová-lo, encontre uma boa escova, que tenha cerdas longas para poder alcançar o subpelo e não apenas o comprimento mais superficial. Se o subpelo não for escovado, pode embaraçar e resultar em nós dolorosos para seu pet. Uma boa dica é que muitos donos de Maine Coon preferem um pente a uma escova.

Desde que o pelo seja sempre escovado, o banho pode ser bem esporádico e acontecer uma vez a cada três meses.

Não é necessário, mas é possivel tosar o gatinho. Para essa raça, a tosa mais popular é a juba de leão, na qual o corpo tem o pelo bem curtinho, deixando apenas o comprimento do subpêlo, e o rosto mantém a aparência de pelo longo. Veja o perfil detalhado dos profissionais, a avaliação dos clientes sobre o seu trabalho e agende os banhos do seu pet pelo próprio computador. Assim, fácil e seguro!

Os olhos, focinho e orelhas não requerem grande atenção, apenas uma higienização superficial, uma vez por mês. As unhas também devem ser cortadas pelo menos uma vez por mês, para evitar desconforto e estragos na sua casa. E, lógico, não se esqueça de comprar arranhador para ele e evitar que os móveis de casa sejam destruídos!

Não é difícil ter espaço suficiente para o bem-estar desse gigante 

E então? Já considerou morar com um gigante? O Maine Coon é um gato lindíssimo, com uma personalidade amorosa, bondosa e verdadeiramente irresistível e pode ser ideal para você! Tanto é que um de seus exemplares mais célebres trabalhava como um gatinho terapeuta!

Stewie: o gato que levou a raça ao livro dos recordes

Esse célebre gigante conquistou o recorde e fez trabalhos sociais

Em 28 de agosto de 2010, no Humane Society Nevada, Mymains Stewart Gilligan, ou Stewie, como é popularmente conhecido, foi medido por membros do Guinness World ecords, livro que registra os mais variados recordes mundiais, em uma tentativa de quebrar o recorde mundial de maior gato doméstico do mundo.

Stewie media incríveis 123 cm de comprimento, distância da ponta do nariz até a ponta de sua cauda. Diante de várias testemunhas, a Dra. Judy Byarlay, médica veterinária que acompanhou e certificou a medição, submeteu o pedido de recorde ao Guiness e, em 12 de outubro do mesmo ano, Stewie recebeu o título de “Gato mais longo do mundo” e garantiu seu recorde mundial.

Esse super gatão aproveitou a fama que seu recorde gerou para trabalhar em causas nobres. Em junho de 2011, foi certificado como um gato terapeuta e ia regularmente passar seu  tempo com as pacientes de uma clínica em eno. Depois foi a vez de alegrar a vida de crianças que estavam internadas no Hospital Infantil de St. Jude, também em eno.

Infelizmente, no começo de 2012, Stewie foi diagnosticado com um câncer que crescia atrás de seuO Maine Coon é um gato nativo da América do Norte, mais especificamente na costa leste do Canadá, e se espalhou por toda a região. Seu nome é uma referência ao estado do Maine, nos Estados Unidos, pois lá que foi reconhecida como raça antes de estar presente.É também conhecido como American Longhair, devido ao comprimento de seu pelo, e é a mais antiga raça de gato de pelo longo nativo da América do Norte, além de ser amaior de todas as raças de gato em comprimento.

Esse gatão é docil e extremamente amável, por isso recebeu o apelido de “gigante gentil”, e é tão querido que tem até um dia no calendário em sua homenagem, dia 8 de maio.

Principais características do Maine Coon

  • Coloração: todas as cores, com exceção de chocolate, lavanda, pontilhado e o padrão siamês.
  • Expectativa de vida: de 12 a 15 anos.
  • Olhos: grandes e expressivos. A cor dos olhos variam de verde ou dourada.
  • Nível de energia: médio.
  • Pelagem: bem longa, macia e densa, resistente a agua.
  • Qualidades principais: é gentil, carinhoso, ótimo com crianças e outros pets.
  • Tamanho/Peso: os machos pesam de 5 a 11 kg e as fêmeas pesam de 4.5 a 6,8 kg. A altura de adultos varia entre 25 e 41 cm e pode atingir um comprimento de até 100 cm.
  • Preço: de $ 2.500,00 a $ 8.000,00.

Conheça mais sobre esse gato gigante e gentil

1) É a maior raça de gatos domésticos

Maine Coon parece com um tigrinho ou um leãozinho 

Maine Coons são uma das maiores raças de gato doméstico. Os machos pesam 5,8 a 11 kg e as  com fêmeas pesam entre 4,5-6,8 kg, sua  altura também impressiona,  os adultos chegam a medir de 25 a 41 cm e podendo facilmente  atingir um comprimento de 120 cm, incluindo sua linda cauda bem peluda, que pode ainda chegar a 36 cm.

Apesar de serem bem grandes, os Maine Coons não precisam de muito espaço para se exercitar, são ótimos para apartamento.
Sua cauda, além de bem comprida, afina conforme vai chegando à ponta, e é muito peluda, parecendo a cauda de um guaxinim, e daí vem a segunda parte de seu nome: "Coon" faz referência ao Guaxinim.

O corpo é sólido e musculoso, o que é necessário para suportar seu próprio peso, e o peito é  bem amplo. O Maine Coon tem o corpo retangular e demora bastante para atingir a maturidade, só chega a atingir seu tamanho adulto aos cinco anos de idade, enquanto outros gatos o atingem até seu primeiro ano de vida. 

A pelagem é macia e sedosa, embora a textura possa variar de acordo com a cor da pelagem. Tem um denso subpelo, o que garante a maciez ao toque, mas a densidade de sua pelagem varia de acordo com as estações do ano.

Assim como seu corpo, suas garras também são maiores do que a dos outros gatos, e isso pode levá-lo a querer arranhar tudo o que vê pela frente para poder torná-las mais curtas.

2) Maine Coon se adaptou bem ao clima do Brasil

Maine Coon se acostuma muito bem a todos os tipos de clima

Maine Coons têm várias adaptações físicas para a sobrevivência em climas de inverno rigoroso, típico de Maine. Sua pelagem resistente à água,  é bastante densa e se torna ainda mais longa e peluda, principalmente na parte posterior  e inferior de seu para uma proteção extra quando estão andando ou sentados em superfícies úmidas, com neve ou gelo.

A sua longa e espessa cauda de guaxinim é resistente ao afundamento em neve, e pode, inclusive, ser enrolada em torno de seu rosto e ombros para gerar calor e se proteger do frio, ou seja, essa raça usa sua própria cauda como um cachecol!

Sua cauda, além de servir como uma bela pashimina para rosto e pescoço, pode também servir de assento acolchoado: o Maine Coon transforma sua cauda em uma almofada peluda, enrolando-a em torno de sua parte traseira, para isolar seu corpo quando vai sentar em uma superfície gelada.

Suas grandes patas funcionam como raquetes  ao andar na neve, além de serem revestidas com verdadeiros tufos de pêlos longos que crescem entre os dedos das patas para ajudar a mantê-los quentes.

Mas, apesar de ter se adaptado para o frio, quando está em climas tropicais, como aqui, no Brasil, sua pelagem inteligente faz com que o subpelo se torne muito menos denso e que os pelos entre os dedos se tornem bem mais finos, dessa forma ele consegue conviver bem com o calorão do nosso país. Há quem acredite que esse tipo de felino ficaria desconfortável em climas tropicais, mas isso não acontece, além de ter pelagem inteligente, o Maine Coon adora um clima ameno, mais para o quente, e aproveita para tirar longas sonecas sem ter que se preocupar em proteger-se contra o frio! O estado do Maine também tem verão, e os termometros de lá podem atingir temperaturas tão altas quanto as daqui. O Maine Coon se adaptou para sobreviver no inverno rigoroso, mas certamente está acostumado e adora um calorzinho! 

A vantagem de ter um gatão desse, tão preparado para mudanças climáticas, é que ele não precisa ficar restrito aos ambientes fechados como algumas raças de gatos mais delicados, e pode tranquilamente circular pelo jardim, mesmo nos dias mais frios! Aqui vale lembrar que, apesar de não ter uma personalidade fujona, o Maine Coon ainda é um gato, e como tal, será curioso, então vale se certificar de que, mesmo no jardim, ou varanda, ele não tem por onde escapar. E esse gatão certamente não se sentirá desconfortavel em usar uma coleira com GPS, sim, você fica tranquilo de deixá-lo solto pelas áreas externas da casa, sem medo de perdê-lo!

3) Um gatinho de 10 quilos...

O Maine Coon não tem noção do seu tamanho

Se distraídos que o vêem pela primeira vez se assustam pois o confundem com um Lince , é simplesmente porque ainda não tiveram a chance de conhecer sua personalidade.

O Maine Coon é extremamente dócil, meigo, companheiro, é bastante ativo e adora brincar, apesar de não precisar de muito espaço para exercícios.

É muito amigável, dando-se bem com outros gatos e outros animais de estimação, como cachorros e até animais bem menores, como o furão e até mesmo aves.

Certamente fará festa para qualquer estranho que chegue perto, vai buscar carinho e ronronar sem parar. É um gato de fácil adaptação, é carente de cuidados e atenção, necessitando sempre companhia, então, se você está pensando em comprar um gato, pensando que todos eles são mais independentes e não precisam de tanta atenção, não opte pelo Maine Coon, já que ele não só quer companhia como precisa de contato com humanos para ser feliz.

Seu miado é um dos mais curiosos, pode ser inistente para pedir carinho e o som é semelhante a um grilo, ou seja, nada de rugidos ferozes para esse gigante, para ele só há espaço para um miado delicado em busca de amor.

É ótimo com crianças porque, além de ter bastante energia para brincar, é paciente e cuidadoso; realmente um gigante gentil. Donos de Maine Coons garantem que o gatinho é uma verdadeira "sombra": é tão apaixonado pelas pessoas que as segue a todos por todos os cômodos.

4) Maine Coon exige poucos cuidados

Maine Coon requer menos cuidados com a aparência e higiene entre os gatos de pelos longos

A primeira coisa que vem à mente quando se trata dos cuidados que Maine Coon exige é a sua incrível pelagem. A maioria das pessoas pode olhar para aqueles lindos pelos longos e se sentir desistimulada a comprar esse gato por acreditar que ele vai dar mais trabalho que qualquer outro, mas isso não é verdade, o Maine Coon, de todas as raças de pelo longo, como o Persa,  é a de mais fácil manutenção. Ainda assim, é um gato de pelo longo e certamente vai exigir mais cuidados que um gato de pelo curto, como o Exótico ou o Chartreux.

É bom escová-lo pelo menos 2 vezes por semana para que o pelo não embarace e para que os fios soltos não sejam engolidos enquanto ele realiza sua própria higienização. Escová-lo, além de deixá-lo lindo, ajuda a diminuir ou até eliminar as bolas de pelo.

Para escová-lo, encontre uma boa escova, que tenha cerdas longas para poder alcançar o subpelo e não apenas o comprimento mais superficial. Se o subpelo não for escovado, pode embaraçar e resultar em nós dolorosos para seu pet. Uma boa dica é que muitos donos de Maine Coon preferem um pente a uma escova.

Desde que o pelo seja sempre escovado, o banho pode ser bem esporádico e acontecer uma vez a cada três meses.

Não é necessário, mas é possivel tosar o gatinho. Para essa raça, a tosa mais popular é a juba de leão, na qual o corpo tem o pelo bem curtinho, deixando apenas o comprimento do subpêlo, e o rosto mantém a aparência de pelo longo. Os olhos, focinho e orelhas não requerem grande atenção, apenas uma higienização superficial, uma vez por mês. As unhas também devem ser cortadas pelo menos uma vez por mês, para evitar desconforto e estragos na sua casa. E, lógico, não se esqueça de comprar arranhador para ele e evitar que os móveis de casa sejam destruídos!

Como ensinar Gato usar Caixa de Areia Manual dos Felinos Capitulo 1

Manual Felinos Usar Caixa de Areia Gatos Aprender a usar a caixa higiência Capítulo I

 

Para quem quer um pet higiênico, o gato é perfeito. Ele mesmo cuida do seu banho com lambidas, toma sol pela manhã e usa a caixa de areia.

Parabéns pelo seu novo gatinho adquirido no Petclubecat, seu querido foi incentivado desde muito novinho a usar a caixa de areia juntamente com a mãe.Os gatos têm todo um ritual importante para ir ao banheiro: eles cheiram a areia, sobem na caixa devagar, escolhem um lugar, cavam, cavam, cavam mais um pouco, escolhem uma posição, fazem as necessidades, escondem, cheiram, saem da caixa, cheiram de novo e vão se limpar.Para eles é muito importante esconder as fezes e urina pois elas têm cheiro forte e podem atrair predadores. Esse é mais um comportamento natural que deve ser respeitado e incentivado para se ter um gato saudável mental e fisicamente. Muitos dos problemas de necessidade fora do lugar podem ser evitados só com o arranjo correto da caixa de areia.

1-Como incentivar o novo gato a usar a caixa higiênica

A opção do Petclubecats é ensiná-lo desde filhote juntamente com sua mãe, para que aprenda rapidamente qual o lugar de realizar as necessidades. Apesar disso, você não pode esquecer que a caixa de areia deve ser certa, atraente, de fácil acesso e o dono deve usar o bom senso e a razão para entender como seu novo gatinho será estimulado a usar, quando for trocado de ambiente.Os gatos naturalmente gostam de fazer suas necessidades em lugares que tenham terra, serragem ou areia. Ou seja, se você mostrar a eles uma caixa de areia, eles facilmente farão uso dela. Se isso for ensinado logo nos primeiros dias em que ele for levado para casa, ele vai aprender muito mais rápido. Apesar de parecer simples, é preciso encontrar a caixa certa e incentivar o seu uso.

2-Escolha os materiais adequados

Primeiramente, é preciso saber que não é qualquer caixa que agrada o gato. Compre uma caixa grande, pois o gato cresce rápido e é melhor ele se adaptar ao mesmo objeto desde o início. No caso da areia, existem várias disponíveis no mercado, será preciso ver qual seu animal prefere. Porém, procure escolher as opções que contêm a menor quantidade possível de poeira e sem perfume, para não irritar o gatinhoPorém, é preciso atentar-se à altura da caixa. Ela deve ser acessível para os filhotes, facilitando sua entrada. É possível encontrar também modelos que são fechados, esses modelos são úteis para gatos que costumam ser mais bagunceiros. Outra vantagem é a diminuição do mau cheiro, principalmente em lugares pequenos.

Na hora de comprar a areia, prefira uma marca sem perfume forte– felinos não gostam de perfumes “carregados. Além disso, alguns aromas podem irritar o nariz e os olhos dos bichinhos ou prejudicar aqueles que são propensos a problemas respiratórios.

Não se esqueça de comprar também uma pá para fazer a limpeza da areia. Mantendo a limpeza da caixa

Limpe as necessidades do gatinho todos os dias. Eles não gostam de usar a caixa suja. É bem fácil retirar os dejetos. Recolha com a pá, coloque num saco e depois jogue no lixo.

3-Apresente a caixa de areia ao seu gato

O primeiro contato com a caixa deve ser em um lugar tranquilo e de fácil acesso, e claro, que respeite a privacidade do seu novo gatinho, coloque num local RESERVADO. Procure escolher um lugar visível e à disposição do gato, mas que seja distante da sua comida. Gatos não gostam da presença da caixa de areia perto de sua refeição. Caso seja necessário alterar o local da caixa do gato, faça isso aos poucos.

Restrinja a área onde o gatinho vai ficar. No começo da vida dele em seu novo lar (as primeiras semanas na sua casa), pode ser uma boa ideia deixá-lo confinado até que se acostume com o novo ambiente. Coloque a caixa no cômodo onde ele vai ficar e permita seu fácil acesso. Limitando os lugares ao alcance do bichinho, você diminui a extensão dos estragos caso eventuais “acidentes” aconteçam.

Para facilitar a sua vida, procure deixá-lo em um lugar com o piso mais prático de limpar (ou seja, nada de carpetes) para quando o felino fizer suas necessidades fora do devido lugar.

Assim que o gato chegar em casa pela primeira vez, coloque-o dentro da caixa imediatamente para que ele possa se acostumar com a textura da areia e com o cheiro dela. O ideal é que ele seja colocado após as refeições e assim que acordar.

Caso o gato faça suas necessidades fora da caixinha, leve-o imediatamente à caixa, para que ele entenda que ela é o “banheiro” dele.

Se você começar a treinar o animal e precisar mudar o local escolhido para a caixa, faça a transição aos poucos – alguns palmos a cada dois dias. Se a troca for feita de forma brusca (do corredor para a sala de um dia para o outro, por exemplo), o gatinho vai acabar confuso e usando outras partes da casa como banheiro. Para evitar que ele use determinada área, experimente colocar o pratinho de comida nela. Os felinos costumam evitar fazer as necessidades no mesmo lugar onde fazem as refeições.

 

4-TERMINANTEMENTE NÃO castigá-lo se ele não usar a caixa:

O estímulo deve ser positivo, acaricie-o sempre que ele acertar o lugar.

Vale lembrar que existem gatos que aprendem imediatamente para o que serve a caixinha de areia, mas, outros, principalmente quando vajam, precisam de mais paciência e pode ser que seja necessário levá-lo à caixa mais de dez vezes ao dia. Por isso, tenha calma.

5-Seu gato parou de usar a caixa de areia? Entenda os motivos

Se o gato urinou ou defecou fora da sua caixa de areia mas em algum lugar que é aceitável e reúne as mesmas condições de localização que a sua caixa, uma solução prática e fácil é mudar a caixa de areia de sítio.

Se o gato vai evacuar ou urinar em um lugar que não é o adequado, deve pegar nele suavemente e levá-lo rapidamente para a caixa de areia para associar que esse é o local onde o deve fazer.

Nos primeiros dias devemos ser menos rigorosos com a higiene da caixa de areia para que o gato possa detetar facilmente o cheiro do seu rastro e ir de novo à sua caixa

Gatos gostam de privacidade, se você deixou a caixa de areia em um lugar movimentado, barulhento e exposto, provavelmente fará com que o gatinho não se sinta confortável em depositar suas necessidades naquele local. Prefira sempre lugares reservados;

O gato precisa entender que a caixinha de areia é o lugar ideal, por isso, caso ele faça suas necessidades em um lugar diferente, não o castigue e coloque-o na caixa, pois ele pode identificar que a caixa de areia é um lugar de punição;

O gato também pode ter problema com o tipo de areia depositada na caixa. Experimente mudar a areia até encontrar a que ele se adapte.

Faça a limpeza da caixa diariamente, pois os gatos não gostam de aliviar-se em áreas sujas. Se você não retirar as sujeiras do local, ele procurará um lugar mais limpo para fazer de banheiro.

Os gatinhos aprendem muito rápido que a caixa de areia é o seu banheiro, mas caso ele insista em depositar suas necessidades em outro local, tenha paciência e procure facilitar a vida do bichano, escolhendo uma caixa acessível, com a areia apropriada e no lugar ideal.

Se você tiver mais de um gato na casa deve comprar mais de uma caixa. Os gatos não gostam de fazer suas necessidade em um local sujo. E é importante que cada felino tenha seu próprio espaço para demarcar território.

Coloque seu bichano na caixa pela primeira vez, para que ele vá se acostumando com o cheiro e textura do local.

Nos momentos que ele estiver sozinho na casa e ainda estiver em treinamento, o dono pode diminuir o espaço de acesso dele na casa, assim evitando possíveis acidentes. Determine um local, coloque a bandeja de comida de um lado junto com a água e a caminha e a caixa de areia deve ficar longe para que ele possa manter uma rotina de higiene.

Não deixe acesso a vasos de plantas e jardim, até estar completamente adaptado as caixas higiênicas.

À medida que o gato for crescendo e passando a usar a caixa, elogie-o sempre que ele acertar na tarefa. Faça carinho e fale palavras afetuosas. Com o tempo ele vai associando cada vez mais a caixa a um local correto. Jamais castige o bichano quando ele estiver no "banheiro", pois ele pode achar que a caixa é uma área de punição e pode começar a evitar esse local.

Cada vez que o gato utilizar a caixa de areia devemos utilizar o reforço positivo premiando pelo seu bom comportamento.

Pomsky Criador Canil Filhotes a Venda Usa Brasil

Pomsky Cães Criador Filhotes Pomsky, raça rara!
Altura: 10-15 polegadas
Peso: 20-30 lb
Tempo de vida: 13-15 anos
Grupo: Não aplicável
Untitled 1Melhor Adequado para: Famílias com crianças, solteiros e idosos, apartamentos e casas
Temperamento: amoroso, amigável, enérgico, brincalhão
Raças Comparáveis: Pomeranian, Husky
Pomsky Petclube

Filhotes de PomskyNormal Bem Pequenino Super Corretos e Saudáveis para venda exclusivamente para companhia e estimação 

Premiado Canil Pomsky Usa Original Petclube Agradecemos o interesse na Criação Ecológica Petclube Chihuahuas

Fazemos a comercialização de Cãe e Gatos raros para estimação e companhia exclusivamente, Facilitando a Preservação da Mata Atlântica e Inclusão Social.
Poderá ver nossos filhotes à venda nos links: 
Facebook: https://www.facebook.com/petclube/#

wthasapp 11 993868744Filhotes a disposição a partir de 2020.

Filhotes de Pomsky parecem lobos em miniatura fofos, e é a sua aparência única que tem amantes de cães em todo o mundo completamente apaixonados. Estes adoráveis cães são uma das mais recentes adições à arena do cão designer, Pomskies são o resultado de um cruzamento entre um Husky Siberiano e um Pomeranian .
Como é o caso da maioria das raças híbridas, a aparência física de um filhote de cachorro de Pomsky pode ser um pouco imprevisível. Além disso, como é uma mistura relativamente nova, os criadores de Pomsky ainda estão aprimorando a aparência 'perfeita' para o padrão da raça. No entanto, a maioria dos entusiastas parece gravitar em direção a um "Huskeranian" - um cão que é mais semelhante a um Husky, mas menor em tamanho. Mas você nunca sabe - pode haver mais Husky em um filhote, enquanto outro é mais como um Pomeranian - e todos eles podem ser da mesma ninhada! A maioria dos filhotes de Pomsky f1, ou ninhadas de primeira geração, são 50/50 Pomsky, o que significa que seu pai era um Pomeranian e sua mãe um Husky Siberiano. Os 25/75 filhotes de Pomsky são uma mistura de um Pomsky com um Pomeranian, que dilui os genes Husky, mas contribui para um cão menor que é mais adequado para a vida em apartamento, entre outras coisas.
O temperamento de Pomsky também pode ser variado dependendo da contribuição genética de cada pai, mas eles são geralmente considerados como altamente inteligentes, amorosos e brincalhões.
Uma das mais recentes adições à arena do cão designer, Pomskies é o resultado de um cruzamento entre um Husky Siberiano e um Pomeranian.
Origem             
Pomskies são uma raça relativamente nova de "cães de designer" que está ganhando popularidade rapidamente na América do Norte e na Europa. 
Quando os criadores reconheceram que há um enorme interesse em filhotes de Pomsky, eles começaram a criar o que é hoje uma das raças de cães de designer mais populares .Naturalmente, a criação natural não é uma opção, o que requer que os criadores se esforcem ao máximo para obter ninhadas de Pomsky.
Tanto por causa da dificuldade de criar como pelo fato de que os filhotes de Pomsky ainda são bastante raros, esses cachorrinhos fofos são muito caros. De acordo com o Pomsky Club of America, os criadores respeitáveis não cobram nada menos do que US $ 2.000 por seus filhotes, e isso se eles não tiverem todas as características mais desejáveis.Para um Pomsky com olhos azuis e aparência distinta Husky, você pode esperar pelo menos US $ 3.500. Da mesma forma, combinações de cores populares, como os filhotes de Merle Pomsky, custarão mais do que, digamos, Pomsky “liso” preto ou marrom.
Pedigree

O super fofo Pomsky, ou Huskeranian como alguns preferem, é uma mistura de duas raças puras: Pomeranian e Husky Siberiano. Para obter uma ninhada de Pomsky, os criadores têm que artificialmente inseminar uma fêmea de Husky Siberiano com um esperma masculino da Pomerânia. A razão para o complicado processo de criação é a diferença no tamanho das duas raças: a fêmea da Pomerânia não pode levar filhotes de um Husky maior ao termo sem arriscar sua saúde.
Relacionado: 10 melhores brinquedos para o seu Pomsky
Uma vez que a raça Pomsky é considerada um cruzamento, eles não são reconhecidos pelo American Kennel Club, mas criadores de Pomsky respeitáveis podem registrar suas crias para um pedigree certificado com a Associação Internacional Pomsky. Para obter um pedigree para seus filhotes, os criadores têm que enviar informações sobre sua linhagem e garantir que sua ninhada esteja de acordo com o padrão e a saúde da raça. É por isso que é importante procurar Pomskies com um pedigree, pois é um sinal de que você está recebendo seu filhote por um criador responsável e não por um moinho de filhotes .

Comida / Dieta
Pomskies geralmente possuem muita energia e são extremamente brincalhões, então eles precisam do combustível certo para mantê-los funcionando! Mas, embora esses sejam os traços que eles receberam de seus ancestrais Husky, isso não significa que eles devam comer os mesmos alimentos: você deve sempre ter em mente que eles vêm em um pacote menor, por assim dizer, e terão diferentes tipos de nutrientes. necessidades de ambas as raças ancestrais. Eles devem receber uma variedade de ração seca de alta qualidade que pode suprir todas as suas necessidades dietéticas, e um dos fatores decisivos será o tamanho do seu cão. Pomsky vem em 3 tamanhos diferentes: Pomsky de brinquedo (5 a 9 libras), mini Pomsky (9 a 18 libras) e Pomsky padrão (18-25 libras). Se você não tem certeza de qual marca de ração ou dieta é a melhor escolha para o seu cão, consulte o seu veterinário.
Relacionado: 10 melhores coleiras para o seu Pomsky
Pomskies são altamente inteligentes e respondem bem a recompensar métodos de treinamento baseados.
Treinamento
Pomskies são altamente inteligentes e respondem bem a recompensar métodos de treinamento baseados . No entanto, às vezes eles podem herdar a teimosia do Pomeranian ea intencionalidade do Husky Siberiano e, portanto, devem ser tratados com liderança calma e assertiva. Não fazer isso pode resultar em "síndrome do cão pequeno" e outros problemas comportamentais. Por exemplo, os Pomskies podem ser propensos à proteção de recursos, como os pomeranos, e detectar os primeiros sinais desse problema comportamental o ajudará a eliminar antes que ele se torne um problema sério.
Para a maioria dos novos donos de cachorros, é importante começar com o básico, como treinamento para o penico e aprender a andar na coleira. Dependendo do criador de onde você tem o seu Pomsky e a idade do filhote, eles podem já saber um truque ou dois, mas também é muito provável que você precise ser o que os aprisiona. Treinar um filhote de cachorro não é uma tarefa fácil, mas é importante ensinar suas maneiras infantis de peles de Pomsky enquanto elas ainda são jovens. Se eles perceberem que você não é um alfa, eles explorarão o seu lado fraco a seu favor - como qualquer outro jogador inteligente faria!
Relacionado: 10 melhores tigelas para o seu Pomsky
Peso
O peso médio de uma raça híbrida é geralmente estimado como o peso médio de seus dois pais. Pomskies pode, portanto, pesar entre 20 a 30 libras, mas existem algumas exceções. Pomskies de brinquedo pesam até 9 libras e mini Pomskies pesam 9 a 18 libras.

Temperamento / Comportamento

Assim como suas características físicas, o temperamento de Pomsky às vezes pode ser difícil de prever e dependerá da composição genética individual de cada filhote.
Na maioria das vezes, os Pomskies herdam os traços desejáveis tanto dos Huskies Siberianos quanto dos Pomeranians.Isso quer dizer que muitas vezes são altamente inteligentes, amorosos, brincalhões e seguros. Traços que tanto o Husky Siberiano quanto o Pomeranian possuem.
É claro que existem alguns traços de personalidade que poderiam ser considerados menos que ideais, que esses bonitos Huskeranianos podem herdar também. Por exemplo, os Huskies são conhecidos como cães faladores, com seu vasto repertório de uivos e choramingos, enquanto os Pomeranianos são grandes latifundiários - às vezes, isso significa que seus filhotes também são particularmente tagarelados.
Relacionado: 10 melhores trelas para o seu Pomsky
Como os pomeranos, os pomskies são altamente protetores de seus donos e podem ser ótimos cães de guarda. Eles muitas vezes tentam enfrentar qualquer adversário que considerem uma ameaça à sua família, apesar de seu pequeno tamanho.
Ao contrário dos huskies, os pomeranianos podem às vezes ter medo de crianças pequenas e alguns filhotes de cachorro do Pomsky podem exibir essa tendência.
Em qualquer caso, é importante notar que não há nenhuma regra escrita sobre como os cães Pomsky irão se comportar, já que esta ainda é uma raça em evolução e não há informações suficientes sobre quaisquer características específicas de raça. O que sabemos, no entanto, é que, com treinamento e socialização adequados, qualquer cachorro crescerá em um cão bem equilibrado, bem-educado e amoroso, e não é diferente para as misturas Pomeranian e Husky.
Problemas comuns de saúde
O super fofo mix Husky e Pomeranian ainda é uma raça muito nova, por isso é muito difícil prever se os Pomskies têm algum problema de saúde hereditária. Embora ainda não haja informações suficientes sobre a saúde do Pomsky, é seguro assumir que alguns problemas de suas raças-mães também podem se manifestar nos cruzamentos.
Pomeranians muitas vezes sofrem de problemas dentários resultantes de um acúmulo de placa bacteriana. Pomskies também podem sofrer de condições dentárias semelhantes e devem ser tomadas para exames dentários regulares. 
A opção mais segura é levar o seu Pomsky a exames regulares com veterinários e garantir que eles recebam bastante exercício e uma dieta saudável enquanto isso. Definir boas bases irá percorrer um longo caminho!
Expectativa de vida
Embora esta raça de designer tenha sido criada há menos de 10 anos, os especialistas em cães podem fornecer uma estimativa aproximada de sua vida útil; com base nas raças ancestrais e nas características da recém-criada raça híbrida. Os pomskies têm uma expectativa de vida bastante alta de 13 a 15 anos.
Requisitos de exercício
Como os Huskies Siberianos e os Pomeranians, os Pomskies são cães altamente energéticos e exigem uma boa dose de exercício. Eles adoram brincar e brincar e têm quantidades aparentemente infinitas de energia. Portanto, é importante que os proprietários de Pomsky sejam capazes de atender às necessidades de exercício de seus animais de estimação. Quando não são fornecidos uma saída para sua energia, os Pomskies podem se tornar destrutivos e desenvolver vários problemas comportamentais.
Para garantir que seu filhote esteja produtivamente queimando esse excesso de energia, caminhe com frequência durante o dia e aloque pelo menos uma hora do seu tempo todos os dias para alguns jogos divertidos e brincadeiras. Todos os cães têm necessidades de exercício muito maiores enquanto estão nos estágios da fase de filhote e são mais inteligentes e brincalhões, como Pomsky, até mais do que os outros. À medida que seu filhote cresce para se tornar adulto, eles ainda precisam de exercícios regulares e estimulação mental para serem felizes e saudáveis. Se você estiver procurando por um cão de batata de sofá, evite as misturas Pomeranian e Husky!
Na maioria das vezes, os Pomskies herdam os traços desejáveis tanto dos Huskies Siberianos quanto dos Pomeranians.
Clubes Reconhecidos
Tal como acontece com outras raças de cães de designer, o Pomeranian Husky não é reconhecido pelo American Kennel Club.Há no entanto um Pomsky Club IPC que está trabalhando para a qualificação e registro da raça.
Pelagem
O casaco do Pomsky é macio e fofo e é propenso a uma quantidade razoável de derramamento; especialmente se a sua constituição genética é basicamente a do pai da Pomerânia. Não diferentemente de todos os outros traços de Pomsky, seus casacos podem variar muito, tanto em qualidade quanto em comprimento. Alguns Huskeranians têm um casaco mais curto que se desvia muito, enquanto outros terão um casaco fofo que exigirá uma escovação constante. Em ambos os casos, os Pomskies terão uma briga a cada verão e vão ficar loucos por um mês, então esteja preparado para fazer muita escovação nesse período.
Como o Pomeranian e o Husky Siberiano têm uma cauda curva, o Pomsky também tem um. Graças ao seu revestimento duplo, o Pomsky é mais adequado para climas mais frios, ao contrário da maioria dos cães de colo. Os casacos de mistura Husky da Pomerânia precisam ser escovados regularmente para minimizar o derramamento e promover uma pele saudável e brilhante.
Filhotes
A maioria das ninhadas de Pomsky tem 5 a 7 filhotes, e cada um dos ninhadas pode ser completamente diferente dos outros: é tudo sobre a loteria genética quando se trata de misturas da Pomeranian Husky!
Filhotes de Pomsky são adoráveis, mas isso não significa que você deve decidir comprar um só porque gosta de sua aparência. Conseguir um cachorro é uma grande responsabilidade, e você precisa ter certeza de que será capaz de se comprometer com ele. Embora os proprietários de Pomsky nem sempre saibam o que esperar devido às grandes variações nos padrões da raça de designer, uma coisa é certa: eles precisam fornecer socialização adequada e treinamento para seu filhote 

Nossos preços variam rs 10.000 - rs 20.000 

Dependendo do tamanho, cores dos olhos e coloração do manto.

 

 Nossos Pomsky Puppies vem com:

  • Certificado de saúde

  • Carteira de vacinação assinaada por médico veterinário responsável

  • IPC Registration